Comissão de Valores Mobiliários

Você está aqui:

Notícias

09/04/2019

Projeto Programe o seu Futuro, do qual CVM é membro, promoverá dois cursos para 120 jovens de Acari

Brasil fica em 3º lugar no ranking de países que apresentam falta de mão-de-obra e parceiros buscam trazer iniciativas inovadoras para romper esse ciclo

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e o Banco Mundial, junto a representantes dos setores público e privado, start-ups e instituições de pesquisa, lançam o projeto Programe o seu Futuro. Em evento, no dia 30/3, jovens da Vila Olímpica Clara Nunes, localizada na região de Acari/Fazenda Botafogo, tiveram a oportunidade de conhecer a iniciativa. O projeto combina iniciativas que procuram mudar a dinâmica das escolhas profissionais e das aspirações para o futuro dos jovens em areas vulneraveis.

Nesta primeira edição, o Programe o seu Futuro oferecerá dois cursos de formação. O primeiro busca preparar o jovem para sua vida profissional, complementando a formação do jovem com competências específicas do mundo do trabalho. Traz ainda a educação financeira como elemento central para formar jovens conscientes financeiramente e com ferramentas para definição de metas e elaboração de um plano de vida.

“Temos ampliado, progressivamente, nossa atuação, alcançando novos públicos, com o uso de evidências de ciências sociais e comportamentais e com o apoio de parceiros, como o Banco Mundial, o que agora ocorre na Vila Olímpica, em uma comunidade carioca. O projeto se insere como um piloto que, se bem-sucedido, será ampliado, dentro da estratégia de levar a quem mais precisa a possibilidade de mudança de sua realidade, pavimentando o caminho para uma sociedade de investidores”, comentou José Alexandre Vasco, Superintendente de Proteção e Orientação ao Investidor (SOI) da CVM.

O segundo curso busca formar os jovens em áreas técnicas, altamente demandas no mercado. Será construído, na região da Pavuna, uma academia de programação e de blockchain, capacitando os jovens nas novas habilidades do século 21, como o pensamento criativo, a resolução de problemas e a linguagem digital. De acordo com a revista Forbes, atualmente, existem 48.000 vagas abertas apenas no setor de tecnologia sem profissionais qualificados para preenchê-las. Essa lacuna leva a uma perda potencial de 115 bilhões de reais para as empresas nacionais.

“É evidente o caráter transformador que programas de formação na área tecnológica podem ter. Proporcionar oportunidades de alto retorno pode mudar as aspirações para o futuro dos jovens e incentivá-los para que invistam em si e em sua própria educação” - Arianna Legovini, Diretora do Departamento de Avaliação de Impacto do Banco Mundial. 

Foto: lançamento Programe o Seu Futuro

 

 

 

Durante o evento, os jovens da Pavuna assistiram à palestra sobre educação financeira realizada por Fly Vagner (foto à esquerda), diretor artístico da Rede Globo e orientador financeiro. A história de vida do Fly Vagner é muito próxima a desses jovens; é um relato com potencial para motivá-los e a perceber que as oportunidades existem.

 

Foto: lançamento Programe o Seu Futuro

 

 

A primeira ação do Programe o Seu Futuro será a implementação do laboratório de informática, que irá funcionar na Vila Olímpica Clara Nunes: um investimento fixo na comunidade, que poderá ser utilizado para desenvolver outros cursos e outras atividades pedagógicas.

Duas turmas de 60 alunos serão os primeiros beneficiários desse projeto e usufrutuarão de cursos elaborados pelos parceiros especificamente para esse contexto.

 

Foto: lançamento Programe o Seu Futuro

Realizadores do Projeto

Programe o seu Futuro conta com o apoio do Centro de Integração Empresa-Escola, Instituto Sicoob, Banco Maré, Blockchain Academy e Cosmos Blockchain.

O projeto também será acompanhado pelo Departamento de Avaliação de Impacto do Banco Mundial (DIME). Dessa maneira, procura-se analisar os reais benefícios do programa e seu potencial em formar uma metodologia que possa trazer oportunidades como essa para os jovens brasileiros em grande escala.

 

Novos parceiros

Instituições que tenham interesse em contribuir para a realização do projeto podem entrar em contato pelos e-mails azwager@worldbank.org e vasco@cvm.gov.br

Voltar ao topo