Comissão de Valores Mobiliários

Você está aqui:

Notícias

Mon Jun 19 09:40:00 BRT 2017

Últimas semanas para participar do 11º Prêmio Imprensa

Inscrições se encerram em 30/6

Faltam apenas 2 semanas para as inscrições do 11° Prêmio Imprensa se encerrarem.

Ainda não fez a sua? Então, fique atento, não perca o prazo e concorra a R$3.500,00, além de certificado e placa alusiva (os classificados em primeiro lugar). Em caso de coautoria, o valor será dividido entre o número de autores.

 

Para participar, basta enviar, até 30/6 (20h), no site do Prêmio, suas matérias jornalísticas redigidas em português, publicadas ou veiculadas no Brasil ao longo de 2016 (até 31/12). Na mesma página, você também pode conferir o Regulamento.

Lembre-se! É admitida coautoria, desde que limitada a três pessoas (autor e até dois coautores).

 

Categorias

É possível concorrer em mais de uma categoria, com até três matérias em cada:

  • Jornal – Cobertura Nacional: publicações em jornais de cobertura ou distribuição nacional.
  • Jornal – Cobertura Local/Regional: publicações em jornais de circulação local ou regional, que não tenham cobertura ou distribuição em todo território nacional.
  • Revista: publicações em revistas, de tiragem nacional, regional ou local.
  • Mídia Digital: publicações veiculadas por meios eletrônicos em portais de empresas jornalísticas com domínio brasileiro.

 

Atenção!

A mesma reportagem não poderá ser inscrita em mais de uma categoria. Também não são elegíveis textos divulgados em blogs, artigos, colunas, guias, ensaios ou coberturas sequenciadas de eventos.

 

Sobre o Prêmio Imprensa

A veiculação de matérias jornalísticas a respeito do mercado de capitais brasileiro pode ser uma forma de orientar investidores acerca de oportunidades e riscos de investimento, além de características do segmento.

A fim de reconhecer os autores que também colaboram para a disseminação educativa sobre o mercado, o Comitê Consultivo de Educação da CVM criou o Prêmio Imprensa de Educação ao Investidor.

O Comitê é formado por membros da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), da Associação Brasileira das Companhias Abertas (ABRASCA), da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (ANBIMA), da Associação Brasileira de Private Equity e Venture Capital (ABVCAP), da Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários, Câmbio e Mercadorias (ANCORD), da Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais (APIMEC), da B3, do Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC), do Instituto Brasileiro de Relações com Investidores (IBRI) e Associação Brasileira de Planejadores Financeiros (Planejar).  

Voltar ao topo