Comissão de Valores Mobiliários

Você está aqui:

Notícias

Fri Jun 09 11:56:00 BRT 2017

PF e CVM deflagram medidas de busca e apreensão em empresas do grupo JBS S.A.

Investigação de possível uso indevido de informação privilegiada

A Polícia Federal (PF), em coordenação e com a colaboração direta da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), deflagrou hoje, 9/6/2017, em São Paulo, a operação Tendão de Aquiles, que visa a apurar suposto uso indevido de informações privilegiadas em operações realizadas com ações de emissão da JBS S.A. no mercado à vista e no mercado futuro de dólar, ocorridas entre abril e maio de 2017. A ação conjunta conta com a participação de inspetores e procuradores da CVM.

O inquérito policial foi instaurado em 19/5/2017, após a PF ter conhecimento do Comunicado ao Mercado nº 02/2017 da CVM, que tornou pública a instauração de cinco processos administrativos para apuração desses fatos e o ofício enviado pela Superintendência Geral da Autarquia na mesma data, que comunicou indícios de crime ao Ministério Público Federal.

A PF e a CVM entendem que, além de caracterizarem fator de elucidação dos fatos sob investigação de ilícitos contra o mercado de capitais, as medidas adotadas evidenciam, uma vez mais, a importância e a crescente efetividade do amplo trabalho conjunto que as duas instituições vêm realizando, respaldado, inclusive, por um produtivo acordo de cooperação que celebraram no ano de 2010.

 

Saiba mais

Confira a lista atualizada com o total de 13 processos e inquéritos em andamento na CVM que envolvem apurações na JBS.

Tags: Nota
Voltar ao topo