Comissão de Valores Mobiliários

Você está aqui:

Notícias

Wed May 31 12:44:00 BRT 2017

Relatório Anual CVM 2016

Atuação da Autarquia e destaques do mercado de capitais no período

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) publica hoje, 31/5/2017, o Relatório Anual 2016, destacando os principais pontos da evolução e do comportamento do mercado, bem como os fatos mais relevantes da atuação da Autarquia no cumprimento de seu mandato.

No material são apresentados os seguintes pontos:

  • supervisão e fiscalização (monitoramento do setor)
  • atuação sancionadora (punições, alertas/stop orders, termos de compromisso)
  • regulamentação (normas de mercado e contábeis)
  • presença internacional (representatividade em fóruns e organismos estrangeiros)
  • cooperação com outras instituições (coordenação por meio de convênios e acordos)
  • atendimento e orientação ao público (acesso à informação em canais de comunicação diretos – telefone, presencial e internet)
  • educação financeira (eventos, concursos, premiações, publicações, estudos, canais digitais e o lançamento do Centro Educacional da CVM)
  • dados financeiros (balanços e demonstrativos)

 

Destaques de 2016

A fim de demonstrar a intensa atuação da CVM demandada por determinados temas do mercado de capitais brasileiro, foram selecionados aqueles que mais se destacaram no ano: governança corporativa, fintech (novas tecnologias financeiras) e capital empreendedor (crowdfunding).

 

Planejamento Estratégico

Confira também a continuidade e o desenvolvimento de trabalhos relacionados ao Plano Estratégico da CVM 2013-2023, que visa ao estabelecimento da missão e da visão de futuro da Autarquia, determinando o direcionamento de atuação e as ações prioritárias.

“Nesses anos, após a revisão do Plano Estratégico 2023, a CVM conquistou importantes evoluções. O propósito da instituição é forte e nos manteremos firmes em nosso objetivo de zelar pelo funcionamento eficiente, pela integridade e pelo desenvolvimento do mercado de capitais, promovendo o equilíbrio entre a iniciativa dos participantes de mercado e a efetiva proteção dos investidores. No Relatório Anual de 2016, é possível observar o engajamento, comprometimento e foco da Autarquia, através de progressos na atuação sancionadora, educação financeira, normatização do setor, supervisão e fiscalização, e em debates significativos com o mercado. No último ano, esse diálogo com o mercado focou em questões de FinTech e como o mercado de capitais será afetado por essa onda de inovação, além da governança corporativa, fundamental para minimizar problemas de conduta. Esse empenho permanecerá contínuo para que a CVM siga aprimorando seu papel.” – Leonardo Pereira, presidente da CVM. 

Tags: Publicação
Voltar ao topo