Comissão de Valores Mobiliários

Você está aqui:

Notícias

Wed Aug 31 10:18:00 BRT 2016

CVM lança pesquisa sobre FinTech

Trabalho pretende compreender adoção de novas tecnologias financeiras no mercado de capitais

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) lança hoje pesquisa sobre o desenvolvimento e a aplicação de novas tecnologias financeiras (FinTech) com potencial impacto no mercado de capitais brasileiro.

A pesquisa pretende fotografar o estágio atual de desenvolvimento atual das tecnologias financeiras no mercado de capitais brasileiro, fornecendo informações úteis não apenas à Autarquia, mas também para o mercado. Para tanto, é fundamental a ampla participação do setor nesse levantamento, para que seus resultados, posteriormente publicados, sejam representativos”, comentou o Superintendente de Proteção de Orientação aos Investidores, José Alexandre Vasco (SOI).

Segundo ele, a divulgação dessa primeira pesquisa também oferece a possibilidade de aproximação com os desenvolvedores de novas tecnologias. Com mais demandas e dúvidas de startups, poderão ser desenvolvidos canais de orientação mais adequados às necessidades dos empreendedores.

 

Importante

O trabalho está alinhado ao Núcleo de Inovação em Tecnologias Financeiras (FinTech Hub) da CVM, instituído em 7/6/2016, que tem o objetivo de monitorar o desenvolvimento de novas tecnologias no âmbito do mercado de valores mobiliários, assim como desenvolver ações educacionais e de orientação, estabelecendo um canal qualificado de interlocução com esses empreendedores.

Novas tecnologias financeiras que equilibrem ganhos de eficiência com a proteção do investidor e a integridade do mercado de capitais devem ser apoiadas e encorajadas. Dentro dessa visão aberta à inovação, a CVM tomou a iniciativa de estruturar o Núcleo de FinTech com foco, também, na educação e orientação, para esclarecer dúvidas e orientar desenvolvedores sobre características e regras do mercado de capitais. Isso, inclusive, já tem ocorrido por meio do Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC). Após esse primeiro levantamento, pretendemos lançar novas iniciativas educacionais até o final do ano.” – José Alexandre Vasco.

A apresentação dos resultados está prevista para o final de 2016.

Tags: Nota
Voltar ao topo