Comissão de Valores Mobiliários

Você está aqui:

Teletrabalho na CVM

A experiência-piloto de teletrabalho na CVM foi instituída pela Portaria CVM/PTE 42/18 e executada a partir de julho/2018, pelo prazo de 12 meses, prorrogável uma vez por igual período.

A participação no programa é facultativa ao servidor e autorizada conforme conveniência da Administração, mediante aprovação pelo dirigente da unidade, para atividades que possam ser realizadas remotamente, além de ser restrita às atribuições e atividades em que seja possível, em função de suas características, mensurar objetivamente o desempenho do servidor.

O limite máximo para participação simultânea no programa de até 20% do total de servidores em cada unidade, sendo que as metas de desempenho dos servidores em teletrabalho devem ser, no mínimo, 15% superiores àquelas estabelecidas para as atividades equivalentes realizadas em regime presencial.

Nessa página, é possível conferir os relatórios trimestrais de acompanhamento do programa, ação que atende às exigências da Instrução Normativa nº 1, de 31/8/2018. 

Voltar ao topo